sábado, 8 de agosto de 2009

MEU PAI




Meu Pai, um exemplo para todos os filhos.
Exemplo de coragem, honestidade, integridade, trabalho, amor, humor... e por ai vai...
Herdei dele o gosto pela leitura, adoro biografias, como ele. Gosto de contar histórias, ele também adora, ele gosta de ler a bíblia e ir anotando quem é quem por lá, quem é parente de quem... eu amo fazer isso.Ele gosta de viajar, eu também, ele chora por qualquer coisa, ooohhh como pareço com ele, o dom de misericórdia ele tem, está sempre pronto pra ajudar, eu tento ser como ele. Completou 50 anos de casado, e ama minha mãe, eu quero chegar lá amando o meu marido. É disciplinado nas finanças, ainda não aprendi... que pena...Ele é divertido, de bom humor, é engraçado, nos faz rir.Tenho orgulho do meu pai, e um enorme prazer de tê-lo do meu lado( mesmo que morando em cidades diferentes).
Quando eu era pequena, eu tinha o maior orgulho do meu pai, pois era 'dirigia' um trator(era funcionário federal - DNOCS ), e uma caterpillar... uma vez ele foi me buscar na escola, numa caterpillar, e quando eu subi nela, me senti o máximo, os meu colegas todos IMPRESSIONADOS, olhando pra mim e pro meu pai em cima daquela "máquina" tão poderosa(rsrsrsr).... foi um momento maravilhoso...Ele trabalhou muito na sua juventude, para nos dá uma vida mais digna. ELE É O MELHOR!!!
Papai te amo. Te amo

4 comentários:

Laély disse...

Oi, Telma!
Em primeiro lugar, gostaria de lhe agradecer o comentário, sempre tão carinhoso como voce é, lá no blog. Acredito sim, que Deus tem encaminhado as coisas.
Estávamos, eu e meu marido, muito apreensivos em deixar um rapaz tão jovem e inexperiente sozinho, numa cidade grande. Tenho orado, desde então,para que Ele nos ajudasse a tomar a decisão certa. Quando conheci meus vizinhos de porta, meninos tão educados, filhos de uma amigo de meu marido, aliviei o coração e concluí que tomamos boa decisão,mesmo que nos custe certo esforço. Também outra vizinha, um professora universitária aposentada, paraibana, foi muito simpática e solícita conosco. Isto nos deixou felizes.
Li a descrição de seu pai e achei tão singela, mas tão bonita, pois eu já perdi meu pai há alguns anos e tínhamos algumas contas do passado pra acertar, o que não foi possível. Lembro do meu pai e fico triste; mas Deus sabe...
Um abraço pra você!

Mal-Me-Quer Bem-Me-Quer disse...

Olá Telma
Adorei este texto sobre o seu pai, pela descrição é com toda a certeza uma pessoa fantástica
Bjs
Ana

Laély disse...

Telma: são experiências semelhantes que nos aproximam. Também estávamos preparando pra mandar menino fazer intercâmbio, quando foi chamado para universidade. Não temos dinheiro sobrando pra todo o investimento que estamos fazendo, mas, já pensando no próximo filho a partir.
Assim são as coisas: privá-los dessa experiência, é não deixá-los crescer.
É pra se orgulhar de sua filha, mesmo. O jeito, é a gente fazer algum sacrifício a mais e ajudar nos sonhos deles...

Sonia Facion disse...

Oi Telma!!!

Pasei para falar um oi e desejar um final de semana agradável cheio de lindas criações.

Bjknhas

Sonia